Empresas em busca de Inovação

Cursos de capacitação estão abertos para vários setores no Estado.
No mundo dos negócios, altamente competitivo, ganha ponto quem consegue se destacar pelas ideias inovadoras na gestão, na produção e no relacionamento com os clientes. Os empreendedores que precisam de orientação para expandir o negócio ou para tornar a empresa inovadora podem encontrar a solução nos vários cursos de capacitação que são oferecidos no mercado.
 
Há ainda recurso financeiro para apoiar a implantação de ideias e projetos inovadores que contribuam para aperfeiçoar os sistemas produtivos, ou melhorar a imagem da empresa junto aos clientes ou ainda melhorar a qualidade de vida dos funcionários.
 
“Toda a cadeia produtiva está mais exigente, e o empreendedor precisa inovar”, avisa o especialista em políticas públicas para microempresas, Valdemar Fonseca dos Santos, que é consultor na Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas (Aderes).
 
Ele lembra que os pequenos representam 98% dos negócios no país e, geralmente, são os micro e pequenos que mais precisam de capacitação.
 
“Nós, brasileiros, não temos a cultura da inovação e com isso não sabemos os benefícios que ela representa para a empresa e para a sociedade”, destaca o proprietário da Agrosabor Industrial, Alejandro Duenas. A empresa, do ramo de massas alimentícias, conquistou o primeiro lugar no Edital Senai Sesi de Inovação 2013.
 
O projeto vencedor, que será desenvolvido em parceria com o Sesi, objetiva elaborar ações para melhorar a qualidade de vida dos funcionários da empresa. “Queremos contribuir para que cada um de nossos funcionários fique de bem com a vida”, destacou ele.
 
O secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Jadir Péla, está divulgando em todos os municípios as oportunidades oferecidas aos micro e pequenos empreendedores pelo programa Tecnova. São R$ 13,5 milhões para os projetos selecionados. O prazo para a apresentação deles termina no dia 14 de março.
 
Em recente visita a Colatina, o Secretário foi recebido pelo Presidente da Assedic, Ricardo José Marim, acompanhado de seus diretores, para apresentação do Edital.
 
""
Foto: Asscom/Assedic
 
O objetivo principal do programa é promover um significativo aumento das atividades de inovação e o incremento da competitividade das empresas e da economia do Estado do Espírito Santo.
 
O edital Tecnova-ES visa apoiar projetos de inovação, que envolvam significativo risco tecnológico associado a oportunidade de mercado.
 
“Nossa expectativa é que muitos projetos sejam inscritos. Precisamos transformar nosso Estado e meu sonho é que o Espírito Santo seja um Estado inovador”, enfatiza.
 
Oportunidades
 
Os micro e pequenos empresários que querem expandir seus negócios e modernizar suas empresas podem se valer de cursos de capacitação e apoio técnico oferecidos por várias instituições.
 
Sebrae
 
Atendimento individual e gratuito por analista. Oficinas gratuitas para auxiliar na expansão de negócios. SebraeTec, uma ferramenta de apoio aos empreendedores.
 
Aderes
 
Tem uma grade de 25 cursos de capacitação para os micro e pequenos empresários, para as negócios de todos os segmentos. Os cursos são ministrados no Centro de Capacitação, em Maruípe, na Capital. Informações: (27) 3332-2849. 
 
Findes
 
A Findes oferece, por meio do IEL, Ideies, Cindes, Sesi e Senai 1.063 serviços e produtos, que facilitam a operação e promovem o crescimento empresarial, social e econômico das empresas filiadas. Conheça mais no link: www.sistemafindes.org.br/index.php/portfolio-findes 
 
InovaFindes
 
O edital Senai Sesi de Inovação é voltado a empresas do setor industrial. Informações: (27) 3334.5726 ou inovacao@findes.org.br.
 
Estado
 
Fundo de Inovação, gerido pelo Bandes, tem R$ 30 milhões para, financiamento das atividades para quem possui ideias inovadoras. 
 
Tecnova
 
Tem R$ 13,5 milhões para apoiar a execução de projetos de inovação.
 
Temas estratégicos
 
Em âmbito nacional: Tecnologia da Informação e Comunicação e Energias Alternativas; Em âmbito estadual: Agroindústria, Metalmecânico, Logística, Biotecnologia, Meio Ambiente. 
 
Prazo
 
Empresas têm prazo até 14 e março para apresentar as propostas à Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes). Mais Informações: www.fapes.es.gov.br
 
Baseado em informações do Jornal A Gazeta desta segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014, caderno de Economia.
 
ASSCOM – Assessoria de Comunicação da Assedic
comunicacao@assedic.com.br
 
Paulo Dubberstein Main
Assessor de Comunicação
paulo@assedic.com.br
(27)3721.7272 * 99650.1589
 
Assista a Tv Assedic www.youtube.com/TvAssedic

 

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Comente