União ameaça cortar benefícios de empresas

Cabeleireiro é uma das profissões que se encaixam no programa MEI
Ter um CNPJ é um sonho para muitos trabalhadores que prestam serviços como manicure, costureira, pedreiro, cabeleireiro,vendedores, entre outros. O programa do governo federal, conhecido como Microempreendedor Individual (MEI), conseguiu realizar esse sonho e ormalizar 103.375 no Estado.
 
Mas desse número, 49.972 que representa 48,34% dos microempreendedores deixaram de pagar seus tributos e correm o risco de perder seus benefícios. Segundo o analista técnico do
Sebrae Rafael Botelho de Aguiar, o programa permite aos profissionais que buscaram a ormalização, benefícios como: um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), posentadoria, auxílios maternidade, doença e acidente, além de poder pegar financiamento e abrir conta corrente em bancos, com orientação do Sebrae com oficinas de orientação profissional.
 
Aguiar disse que os profissionais registrados devempagar tributos como: contribuição do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e restação de Serviço (ICMS), além do Imposto Sobre Serviço (ISS).
 
Além disso, o empreendedor deve também apresentar uma declaração de faturamento anual.
“Com a falta do pagamento dos impostos, o microempreendedor individual pode perder seus benefícios, como os auxílio oferecidos, além da participação em licitação de empresas, se for o caso”, afirmou analista técnico do Sebrae.
 
Ele disse que as pessoas inadimplentes devem procurar o Sebrae para pegar novos boletos para efetuar o pagamento. Aguiar informou que, para participar do programa, é preciso desempenhar uma das 500 funções definidas, ter um rendimento anual de R$ 60 mil e até um
funcionário recebendo salário mínimo da categoria.
 
Com informações do Jornal impresso, A Tribuna.
 
ASSCOM – Assessoria de Comunicação da Assedic
comunicacao@assedic.com.br
 
Paulo Dubberstein Main
Assessor de Comunicação
paulo@assedic.com.br
(27)3721.7272 * 99650.1589
 
Assista a Tv Assedic www.assedic.com.br/tv
Ouça à Rádio Assedic www.assedic.com.br/radio
 

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Comente