Bandes apoia empreendedores de Pancas com R$ 1 mi no primeiro semestre de 2017

A expectativa é que no final do ano, o valor supere o alcançado em 2016, quando R$ 1,7 milhão beneficiaram empreendedores locais.
A cidade de Pancas, na Região Noroeste do Espírito Santo, foi o destino de cerca de R$ 1 milhão de reais em crédito produtivo aprovado pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) no primeiro semestre de 2017. A expectativa é que no final do ano, o valor supere o alcançado em 2016, quando R$ 1,7 milhão beneficiaram empreendedores locais.
 
A economia do município possui como destaque empreendimentos ligados à agricultura, à pecuária e ao turismo. Os empreendedores do campo e da cidade de Pancas, podem ser beneficiados com parceria firmada entre o Bandes e a prefeitura municipal. Atualmente cerca de 75% dos negócios apoiados pelo Bandes são do segmento rural.
 
O diretor de Crédito e Fomento do banco, Everaldo Colodetti, destaca que o Bandes quer contribuir ainda mais para que a economia do município possa ter diversificação econômica e desenvolvimento social. “A intenção do banco é estar mais perto de seus clientes. Por isso, firmou com a prefeitura um compromisso para entender as demandas e as potencialidades da região e buscar, em conjunto, formas de contribuir para o desenvolvimento de Pancas”, enfatiza Colodetti.
 
Microcrédito produtivo
Micro e pequenos empreendedores, formais e informais do município de Pancas podem contar com o Nossocrédito, programa de microcrédito produtivo e orientado do Governo do Estado, sob coordenação do Bandes. Desde o inicio das atividades no município, em julho de 2005, são R$ 6,6 milhões investidos em mais de 1,7 mil contratos de financiamento.
 
Nos seis primeiros meses do ano são R$ 340 mil aprovados para pequenos negócios no município. Com o dinheiro, os empresários investem em reformas ou na compra de novos materiais, gerando empregos e ajudando a desenvolver ainda mais a economia do Estado.
 
O Nossocrédito é uma parceria entre o Bandes, a prefeitura municipal de Pancas, Banestes, Aderes e Sebrae. Possui agências em todo o Espírito Santo e a meta para 2017 é a aprovação de mais de R$ 80 milhões para os municípios capixabas.
 
***
Com informações do portal Bandes.

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Comente